Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Ensaios, Análises e Serviços Tecnológicos

CENANO - Centro de Caracterização em Nanotecnologia para Materiais e Catálise

Acesse: https://www.int.gov.br/nanotecnologia

 

DIVISÃO DE ENGENHARIA E CONFORMIDADE DE PRODUTOS – DIPRO

Com a experiência adquirida em avaliação de eficiência e conformidade de produtos, atua junto com a indústria na conformidade de produtos mais seguros e eficientes na área de saúde e segurança do consumidor.

Dentre os serviços prestados pela divisão, está a emissão de relatórios e pareceres técnicos em conformidade com normas técnicas nacionais e internacionais.

Laboratório de Segurança e Desempenho de Equipamentos Térmicos (LATES)

Realiza ensaios para avaliação da conformidade em produtos destinados à segurança do consumidor, tais como: aquecedores a gás e fogões domésticos.

• Ensaios acreditados segundo a Norma ABNT NBR 8130 - Aquecedores de água a gás do tipo instantâneo e Portaria Inmetro 182 de 2012.

• Ensaios acreditados segundo as Normas ABNT NBR 13723 parte 1 e 2 – Aparelhos domésticos de cocção a gás (Fogões domésticos) e Portaria Inmetro n°400 de 2012.

Laboratório de Ensaios de Produtos (LAENP)

Realiza ensaios para avaliação da conformidade em produtos destinados à segurança do consumidor, tais como: capacetes para ocupantes de motocicletas e similares e cadeiras plásticas.

• Ensaios acreditados segundo a Norma ABNT NBR 14776 - Cadeira plástica monobloco - Portarias Inmetro n° 341 de 2013 e Portaria Inmetro n°213 de 2007.

• Ensaios acreditados segundo a Norma ABNT NBR 7471 – Capacetes para ocupantes de motocicletas e similares.

Realiza ensaios para avaliação da conformidade de produtos destinados a área da saúde, tais como: implantes, luva cirúrgica, luva para procedimento não cirúrgico e luva para exame médico de uso único.

• Ensaios acreditados segundo a Norma ABNT NBR ISO 11193-1 – Luva para procedimentos não cirúrgicos produzidas em látex de borracha ou solução de borracha - Portaria Inmetro n° 332 de 2012 e NR 06 do MTE item 6.9.3.

• Ensaios acreditados segundo a Norma ABNT NBR ISO 11193-1 – Luva para procedimentos não cirúrgicos produzidas em policloreto de vinila.

• Ensaios acreditados segundo a Portaria MTE n°127 de 2009 – Luvas de borracha natural, borracha sintética, mistura de borrachas natural e sintética e de policloreto de vinila, para proteção contra agentes biológicos, não sujeitas ao regime da vigilância sanitária.

• Ensaios acreditados segundo a Norma ABNT NBR ISO 14607 – Implantes mamários - Portaria Inmetro nº 162 de 2012, RDC nº 16 de 2012 da ANVISA, ISO 37 de 2011 e ISO 34-1 de 2010.

Contatos
Rosana Medeiros Moreira (Chefe da DIPRO)
Edilvando Pereira Eufrazio (Chefe Substituto da DIPRO)
Avenida Venezuela, nº 82 - Anexo 2 – Saúde.
Rio de Janeiro/RJ – Brasil – CEP 20.081-312
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.


DESIGN INDUSTRIAL – DIVDI

Laboratório de Ergonomia (LABER)
- Escaneamento 3D a laser de modelos

Laboratório de Modelos Tridimensionais (LAMOT)
- Impressão 3D
- Usinagem CNC de modelos

Laboratório de Tecnologia Assistiva e Inclusão (LATAI)
- Análise de uso de equipamentos e produtos nas áreas de TA, esportiva e paradeportiva
- Análise biomecânica na área esportiva, paradesportiva e de produtos em TA nas atividades da vida diária
- Análise de rastreamento do olhar na área esportiva, paradesportiva e de produtos e métodos em TA nas atividades da vida diária


CATÁLISE, BIOCATÁLISE E PROCESSOS QUÍMICOS – DICAP
Laboratório de Catálise (LACAT)

• Síntese de catalisadores
• Caracterização de catalisadores através das técnicas:
    - Termogravimetria acoplada a Espectrometria de massas-TG-MS, equipamentos  TA Instruments, modelo SDT 600 e espectrômetro AMETEK.
    - Análises termoprogramáveis, equipamento Micromeritics, modelo Autochem 2920:
          - TPR-Temperatura a Temperatura Programada,
          - TPD-Dessorção a Temperatura Programada,
          - Medida de área metálica
   - Análise textural, equipamento Micromeritics, modelo ASAP 2020
   - Análise elementar - espectrômetro de emissão ótica com plasma indutivamente acoplado ICPOES, equipamento Perkin Elmer, modelo Optima 8300.
   - Análise Elementar de Carbono, Hidrogênio, Nitrogênio, Enxofre e Oxigênio (CHNS/O), equipamentos Thermo, modelo Flash EA 1112 e Perkin Elmer.
   - Espectroscopia Raman, equipamento HORIBA Jobin-Ivon, modelo LabRam 400
   - Espectroscopia no Infravermelho (FTIR, acessório de reflectância difusa - DRIFTS), equipamento Nicolet, modelo is50.
   - Espectroscopia no ultravioleta (DRS e amostras líquidas), equipamento Varian, modelo Cary 500
   - Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV) acompanhada por microanálise com determinação da composição química semi-quantitativa por Espectroscopia de Energia Dispersiva de
     Raios X (EDS), equipamentos: Hitachi – Modelo: TM 3000 e Bruker – Modelo: Nano Scan Generator/XFlash MIN- SVE.
• Avaliação de catalisadores em unidades batelada e fluxo contínuo em condições de pressão e temperatura semelhantes às industriais (Unidades PID, reator Parr)

Laboratório de Aceleração em Processos Catalíticos (LACCA)

• Síntese de catalisadores:
    - Síntese de catalisadores em paralelo, por meio de plataforma da Chemspeed Technologies, modelo SLT-100). Ensaios para otimização das condições experimentais de síntese de
      catalisadores/amostras, podendo variar temperatura e agitação.

• Caracterização textural, estrutural e análise química de materiais naturais, produtos industriais e catalisadores. Técnicas disponíveis:
  - Medida de área superficial e distribuição de tamanho de poros pelo método volumétrico de adsorção-dessorção de nitrogênio, com o equipamento Micromeritics, modelo ASAP 2420;
  - Análise química semi-quantitativa por fluorescência de raios X com dispersão de comprimento de onda (WDXRF), equipamento Bruker, modelo S8 Tiger;
    - Identificação de fases cristalográficas por difração de raios X, equipamento Bruker, D8 Advance;
    - Análise em temperatura de reação (DRX in-situ), com uso de câmara Câmara de Reação de alta temperatura da Anton Parr, modelo XRK 900, para o pré-tratamento de amostras
      acoplada ao equipamento de DRX Bruker, modelo D8 Advance;
  - Análise quantitativa de fases e determinação de outros parâmetros cristalográficos pelo método de Rietveld, equipamento Bruker, D8 Advance;-
    - Análise por espalhamento em baixo ângulo (SAXS), equipamento Bruker, D8 Advance;-
    - Determinação de carbono orgânico total por TOC, equipamento Shimadzu, TOC-L
    - Determinação de Carbono Orgânico Total e Nitrogênio Total (TOC/TN), equipamento Shimadzu, modelo VCPH;

• Avaliação catalítica:
    - Ensaios em paralelo em meio líquido utilizando a plataforma da Chemspeed Technologies, modelo SLT-100, que permite variar a temperatura de reação e a velocidade de agitação.


L
aboratório de Biocatálise (LABIC)

Além da prestação de serviços técnicos especializados, que incluem:
1. Caracterização composicional de biomassas vegetais (quantificação de carboidratos estruturais, lignina, extrativos e cinzas, segundo a metodologia NREL – National Renewable Energy Laboratory);
2. Análises por cromatografia líquida de alta eficiência para identificação e quantificação de açúcares;
3. Determinação de atividade enzimática (celulases, xilanases, mananases, peroxidases e lipases);
4. Análise de compostos fenólicos totais e atividades antioxidantes de rastreio em extratos vegetais.


CORROSÃO, BIOCORROSÃO E DEGRADAÇÃO – DICOR
Laboratório de Corrosão e Proteção (LACOR)

- Técnicas eletroquímicas (polarização e impedância eletroquímica) para avaliação de processos de corrosão utilizando potenciostatos e analisadores de frequência;
- Determinação dos produtos de corrosão e de degradação de revestimentos e avaliação de sistemas anticorrosivos com técnicas analíticas e microanalíticas;
- Determinação de taxas de corrosão através de ensaios gravimétricos;
- Avaliação da morfologia da corrosão e da corrosão localizada através do estudo de superfície com microscopia digital de alta resolução;
- Avaliação da corrosividade de solos, águas industriais e biocombustíveis;
- Determinação da eficiência de tratamentos químicos em águas;
- Determinação do descolamento de revestimentos em dutos enterrados;
- Determinação da eficiência e da compatibilidade de inibidores de corrosão através de técnicas químicas e eletroquímicas;
- Determinação da massa específica para biodiesel e misturas por densímetro digital segundo norma ABNT NBR 14065 (cadastrado pela ANP);
- Determinação do teor de água para biodiesel, misturas e diesel pelo método Karl Fischer coulométrico segundo norma ASTM d 6304 (cadastrado pela ANP);
- Determinação da estabilidade oxidativa de biodiesel e misturas (teste de oxidação acelerada) segundo norma EN 14112 e EN 15751 (cadastrado pela ANP);
- Determinação da viscosidade cinemática para biodiesel e misturas segundo norma ABNT NBR 10441 (cadastrado pela ANP);
- Determinação do aspecto (visual) e turbidez (norma ASTM D 4176) de diesel, biodiesel e misturas.

DIVISÃO DE AVALIAÇÕES E PROCESSOS INDUSTRIAIS – DIAPI

- Avaliação de Vida Útil de Bens realizado por meio de perícia técnica especializada gerando como resultados Parecer Técnico objetivando estabelecer coeficientes de depreciação mais adequados ao uso de bens, integrantes do ativo fixo das empresas, considerando o seu desgaste pela ação da natureza, pela sua utilização normal ou intensiva e pela obsolescência provocada pelas constantes inovações tecnológicas a que são submetidos ao longo de sua vida útil. Essa atividade é fundamentada no artigo 310 do Regulamento do Imposto sobre a Renda e Proventos de Qualquer Natureza - Pessoa Jurídica, aprovado pelo Decreto no 3.000, de 26 de março de 1999.

- Avaliação de produtos intermediários realizada por meio de perícia técnica especializada gerando como resultados Parecer Técnico com objetivo de caracterizar insumos em produtos de consumo intermediário. Os Produtos intermediários são consumidos total ou parcialmente no processo de industrialização de um produto novo, embora não se integram mesmo. s. Essa atividade é fundamentada pelo Parecer Normativo CST nº 65/1979, pelo artigo 226 do Decreto nº 7.212, de 2010 (Ripi/2010) e pelo artigo 346 do Regulamento do Imposto sobre a Renda e Proventos de Qualquer Natureza - Pessoa Jurídica, aprovado pelo Decreto no 3.000, de 26 de março de 1999.

- Avaliação de perdas no processo produtivo realizada por meio de perícia técnica especializada gerando como resultado Parecer Técnico com objetivo de avaliar perdas no processo produtivo, em função das quebras e perdas razoáveis, de acordo com a natureza do bem e da atividade, ocorridas na fabricação, no transporte e manuseio ou perdas de estoque por deterioração, obsolescência ou pela ocorrência de riscos não cobertos por seguros. Essa atividade é fundamentada pelo artigo 291, do Regulamento do Imposto sobre a Renda e Proventos de Qualquer Natureza - Pessoa Jurídica, aprovado pelo Decreto no 3.000, de 26 de março de 1999.

- Avaliação técnica para autorização de trabalho ininterrupto realizada por meio de perícia técnica especializada gerando como resultado Parecer Técnico identificando a necessidade ou não do processo produtivo da empresa ter atividades para trabalho ininterrupto. A Portaria nº 375 de 21 de março de 2014 do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE determina que o funcionamento das empresas aos domingos e feriados será condicionado à sua regularidade em relação ao cumprimento das normas que disciplinam a jornada de trabalho, bem como a segurança do trabalho destinada a tal atividade.

- Caracterização de produtos para fins de classificação fiscal realizada por meio de perícia técnica especializada gerando como resultado Parecer Técnico objetivando dirimir dúvidas técnicas a fim de auxiliar o contribuinte de forma a auxiliar na correta classificação fiscal do bem. Essa atividade é ampara-se legalmente no que dispõe o Artigo 30 do Decreto no 70.235, de 06 de março de 1972 e regulamentado pelo Artigo 64 do Decreto no 7.574, de 29 de setembro de 2011.

 

MATERIAIS – DIMAT
Laboratório de Tecnologia de Materiais Poliméricos (LAMAP)

- Abrasão (Taber Abraser);
- Aderência;
- Alongamento de ruptura;
- Características (formato e dimensões);
- Curva de reômetro;
- Deformação permanente à compressão;
- Deformação permanente à tração;
- Densidade;
- Dureza Shore A;
- DSC;
- Envelhecimento em estufa (com circulação de ar);
- Espessura;
- Extração com solvente;
- Extrusão;
- Flamabilidade;
- Haake;
- Imersão em líquidos a temperatura ambiente;
- Imersão em líquidos a temperatura elevada;
- Impacto dardo;
- Impacto IZOD e CHARPY;
- Injeção;
- Mistura em misturador cilindro;
- Melt flow index (MFI);
- Módulo;
- Pareceres e visitas técnicas;
- Preparação de corpos de prova: - artefatos com e sem metal;
- Rasgamento;
- Reologia;
- Resiliência;
- Resistência à compressão;
- Resistência à flexão;
- RPA;
- Sopro;
- Tensão de ruptura;
- Variação de volume;
- Vulcanização.

Laboratório de Tecnologia de Pós (LATEP)

- Ensaio de medida de área específica (BET);
- Análise da distribuição granulométrica de pós por via úmida em analisador de partículas a laser;
- Ensaio de densidade por picnometria a gás.


QUÍMICA E BIOTECNOLOGIA – DIQIM
Laboratório de Análises Orgânicas e Inorgânicas (LAQOI)

Análises de água, solos e sedimentos
• pH, condutividade, alcalinidade, sólidos totais;
• Nitrito, nitrato, amônia, fosfato, silicato;
• Metais (sódio, potássio, cálcio, magnésio, chumbo, zinco, cobre, entre outros);
• Carbono orgânico, nitrogênio total, fósforo total.

Análise de Aços e Ligas metálicas
• Carbono, enxofre, nitrogênio, oxigênio, hidrogênio;
• Cromo, cobre, silício, fósforo, manganês, molibdênio, titânio, alumínio, vanádio entre outros.
• Análises em Óleo Lubrificante Automotivo e Industrial, Graxa Lubrificante, Óleo Diesel, Gasolina, Combustíveis Sólidos e Resíduos Sólidos, Óleo Combustível, Biodiesel, Álcool Etílico Hidratado Combustível, Óleo Combustível, Biocombustíveis, Óleo Diesel Marítimo e Óleo Combustível Marítimo.

Avaliação de produtos
• Silicones – contaminantes metálicos em implantes mamários (ensaios acreditado Inmetro);
• Implantes e próteses ortopédicas
Desenvolvimento de método para separação, identificação e quantificação de componentes em amostras simples a complexas: produtos das indústrias química e farmacêutica.
Técnicas empregadas: CG-DIC, CG-EM.
• Desenvolvimento de métodos de análise qualitativo e quantitativo de solventes residuais em fármacos, produtos de uso médico, etc.
Técnicas empregadas: HS-CG-DIC e HS-CG-EM

• Caracterização de materiais poliméricos: borrachas, plásticos e resinas. (matéria prima e produto acabado).
Técnicas Empregadas: FTIR, ATR-FTIR
• Determinação de água em diversas matrizes, tais como biodiesel, derivados de petróleo e cosméticos.
Técnica empregada: Titulação por Karl Fischer.


Laboratório de Tabaco e Derivados (LATAB)

• Avaliação, definição e aplicação de parâmetros químicos e métodos analíticos.
• Desenvolvimento de métodos analíticos instrumentais (técnicas de cromatografia líquida e gasosa e espectrometria de massas).
• Análises químicas para caracterização de produtos químicos, cosméticos e insumos farmacêuticos.

Fim do conteúdo da página
Usamos cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.