Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Notícias

Qualidade do Biodiesel e misturas é tema de Workshop no INT

Publicado: Segunda, 30 de Setembro de 2019, 18h58
imagem sem descrição.

Depois de realizar os testes que serviram de base para viabilizar o aumento no teor de biodiesel adicionado ao diesel comercializado no Brasil para 11%, da nova mistura obrigatória B11, o Instituto Nacional de Tecnologia (INT/MCTIC) sedia, de hoje (30) até quinta-feira (3), a segunda edição do Workshop da Rede de Serviços Tecnológicos e de Pesquisa em Biocombustíveis (RBiocomb). A qualidade do biodiesel é o tema central do evento, que discute os novos desafios e oportunidades para prestação de serviços laboratoriais, tecnológicos, de pesquisa e de inovação para os setores integrantes da cadeia produtiva do biodiesel e suas misturas frente às recentes regulamentações da ANP e do MME.

A Resolução ANP Nº 798/2019 torna compulsória a aditivação com antioxidantes para o biodiesel com base em estudo conduzido pelo Laboratório de Corrosão do INT.  Por outro lado,  novas regulamentações e incentivos para o setor, como o Programa Renovabio, têm aquecido o setor de biocombustíveis. Por esta razão, o Workshop, que tem apoio da FINEP, ampliou o seu número de sessões técnicas, envolvendo temas como aditivos antioxidantes e multifuncionais, boas práticas  laboratoriais, metodologias de ensaio, inovações em curso  e estratégias para assegurar a qualidade do B100 e dos teores progressivos das misturas Bx.

Da mesa de abertura do evento, nesta segunda feira (30), participaram o superintendente da Área de Pesquisa Aplicada e Desenvolvimento Tecnológico da FINEP, Edgar Rocca; o diretor do Centro Tecnológico da Marinha no Rio de Janeiro, contra-almirante Luiz Delgado; diretor superintendente da Ubrabio, Donizete Tokarski; o diretor executivo da Aprobio, Julio Minelli; o coordenador do Centro de Pesquisas e Análises Tecnológicas (CPT) da ANP, Fábio Vinhado; e o diretor de Óleo, Gás e Biocombustíveis da Empresa Brasileira de Pesquisa Energética (EPE), José Mauro Coelho; a vice-diretora do INT, Ieda Caminha, e o coordenador da Rede Sibratec de Serviços Tecnológicos e de Pesquisa em Biocombustíveis (RBiocomb), Eduardo Cavalcanti.

As discussões do Workshop incluem representantes do governo, produtores,  fornecedores de equipamentos/instrumentos de laboratórios, agências de regulamentação e agências de fomento de aditivos e segmentos usuários desses combustíveis, como o automobilístico, de distribuição e revenda.

“A ideia é promover cooperações entre esses profissionais e, junto com os especialistas da RBIOCOMB e laboratórios associados, identificar novas demandas laboratoriais, tecnológicas e de inovação,  seja para aplicações de uso compulsório quanto voluntário dos biocombustíveis” – relata o coordenador do evento, Eduardo Cavalcanti.

Confira a programação.

Fim do conteúdo da página