Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Pesquisadoras do INT contam suas trajetórias a alunas da rede pública
Início do conteúdo da página
Notícias

Pesquisadoras do INT contam suas trajetórias a alunas da rede pública

Publicado: Sexta, 28 de Junho de 2019, 16h53

O Instituto Nacional de Tecnologia (INT) recebeu, nesta quinta-feira (27/06), as alunas do ensino médio do Colégio Estadual Joaquim Távora, em Niterói, que participaram do evento Empoderamento Feminino na Ciência. Organizada pela professora do Instituto de Biologia da Universidade Federal Fluminense (UFF), Lucianne Fragel, pelo tecnologista da Divisão de Engenharia de Avaliações e de Produção (DIEAP), Saul Mizrahi, e a Divisão de Comunicação (DICOM), a iniciativa faz parte de um conjunto de ações em parceria entre o INT, a UFF e o Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ) com fomento do CNPq.

2019 06 27 empoderamento ciencia amanda oliveira 1 w

Iniciando a programação, a diretora substituta do INT, Iêda Caminha, deu as boas-vindas às estudantes e apresentou o vídeo institucional do Instituto. Em seguida, a chefe do Laboratório de Biocatálise (Labic/DICAP), Viridiana Leitão, apresentou a palestra Atuação Profissional no INT-MCTIC e Trajetória na Pesquisa. Na primeira parte, Viridiana explicou sobre a biocatálise e o uso da mesma em nossa rotina como consumidores de produtos. Em seguida, a pesquisadora contou sobre sua formação acadêmica e seu período de trabalho no INT. “É a primeira vez que falo sobre minha trajetória na área de pesquisa. Fiquei muito feliz em notar que tive várias mulheres que influenciaram na minha formação e carreira”, concluiu Viridiana.

Encerrada a apresentação, o evento continuou com a mesa Empoderamento Feminino na Ciência, com a participação de Iêda Caminha, Viridiana Leitão e as pesquisadoras Cristina Zamberlan e Olga Ferraz. As participantes contaram sobre suas trajetórias e as dificuldades que precisaram superar como mulheres em um campo predominantemente masculino.

Cristina Zamberlan destacou a percepção que tem sobre a relação das mulheres no ambiente de trabalho do INT. “Fico feliz por trabalhar em uma casa que tem muitas mulheres fortes”, afirmou.

Já a pesquisadora Olga Ferraz falou sobre sua formação na Inglaterra. “Fugi da ditadura no Brasil e fui estudar no exterior. Imaginava encontrar mulheres mais empoderadas, e foi uma grande decepção; o cenário era pior que aqui. Vocês têm que saber que é uma luta e que vocês terão que segurar suas carreias”, disse a pesquisadora.

2019 06 27 empoderamento ciencia amanda oliveira 2 w

As estudantes expressaram surpresa e admiração na fala de Iêda Caminha, que contou ser a primeira mulher no Brasil a receber a Medalha de Mérito da Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração (ABM), após 74 anos de premiação. Por outro lado, a diretora substituta também abordou a realidade pela qual as mulheres passam. “O maior preconceito é com relação à inteligência. É um campo muito masculino, e vocês terão que perseverar para conquistarem seus espaços e respeito”, afirmou Ieda Caminha.

Viridiana Leitão falou sobre as dificuldades que tanto mulheres, quanto homens enfrentam perante a família ao escolher a carreira científica. “Quem trabalha com pesquisa muitas vezes não tem carteira assinada, vale-transporte e vale-alimentação. Muitas famílias não entendem que nossa formação é longa, e, frequentemente, somos cobrados por não termos um emprego”. A pesquisadora deixou palavras de apoio às estudantes, compartilhando a fala que a própria mãe usava com ela: “Minha mãe sempre me dizia: nunca acredite em quem duvida da sua capacidade”.

Após o evento, as estudantes visitaram o Laboratório de Biocatálise (LABIC), o Laboratório de Ergonomia (LABER), o Laboratório de Modelos Tridimensionais (LAMOT), a Divisão de Engenharia de Avaliações e de Produção (DIEAP) e o Centro de Caracterização em Nanotecnologia para Materiais e Catálise (CENANO).

2019 06 27 empoderamento ciencia amanda oliveira 3 w

2019 06 27 empoderamento ciencia amanda oliveira 5 w

2019 06 27 empoderamento ciencia amanda oliveira 7 w

2019 06 27 empoderamento ciencia amanda oliveira 6 w

2019 06 27 empoderamento ciencia amanda oliveira 4 w

2019 06 27 empoderamento ciencia amanda oliveira 8 w

Fim do conteúdo da página